hello world!

Hiperplasia prostática benigna (HPB)

Por Dr. Gustavo Franco, Urologista

A hiperplasia prostática benigna (HPB) representa uma das doenças mais frequentes do homem. Altamente prevalente, é considerada por muitos pesquisadores uma condição natural e inexorável do envelhecimento masculino.

Você sabia?

A HPB é uma condição clínica frequente, acometendo mais de 50% dos homens a partir dos 60 anos de idade. Suas manifestações clínicas ocasionam sintomas urinários, piorando a qualidade de vida. Uma combinação de envelhecimento e de androgênios testiculares é necessária para ocorrer HBP. Inicia-se por volta dos 30 anos e aumenta com a idade, atingindo 90% dos homens na nona década de vida.

O termo HPB designa um diagnóstico histológico, o qual se refere à proliferação de elementos estromais, principalmente células musculares lisas e de células epiteliais glandulares da região periuretral e da zona de transição. O aumento da glândula, que a HPB determina, gera em parcela significativa da população masculina, sintomas do trato urinário inferior (STUI) e determina forte impacto negativo econômico, social e na qualidade de vida dessa população por alterar o ritmo do sono e suas atividades diárias.

Sintomas

A avaliação do paciente com HPB e STUI começa com a anamnese focada em queixas de jato urinário fraco, esforço para urinar, polaciúria, urgência urinária, incontinência urinária, noctúria, disúria e hematúria. Esses sintomas não são específicos de obstrução infravesical causada pela HPB, e outras doenças devem ser pensadas no momento da anamnese como estenose de uretra, câncer de próstata, infecção urinária, câncer de bexiga e bexiga neurogênica.

A noctúria pode ser desencadeada por insuficiência cardíaca congestiva, insuficiência vascular e edema dos membros inferiores, além de polidipsia e bexiga hiperativa. O diabetes mellitus pode levar a poliúria e aumento da frequência miccional.

Tratamento

O tratamento da HBP visa aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida. Cerca de 30% dos homens irão tratar os sintomas decorrentes da HBP e 10% submeterão-se à cirurgia.

Agende sua consulta

Gustavo Franco - Urologista
Top
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram